Últimas Notícias
17/10/2018 - Projeto Mesa Brasil aproveita integralmente alimentos que seriam descartados; veja receitas criativas
17/10/2018 - Procon Fortaleza realiza mutirão de renegociação de dívidas
17/10/2018 - Petrobras mantém preço da gasolina nas refinarias em R$ 2,14; preço médio no Ceará chega a R$ 4,76
17/10/2018 - Chiquinha Gonzaga ganha homenagem do Google em seu 171º aniversário
17/10/2018 - Ceará tem as piores rodovias do Nordeste, aponta pesquisa da CNT
11/10/2018 - Veja o que abre e o que fecha em Fortaleza no feriado da padroeira do Brasil, 12 de outubro
11/10/2018 - PRF reforça fiscalização na estradas para o feriadão
11/10/2018 - CNPC aprova consolidação das normas atuariais e debate CNPJ por Plano
10/10/2018 - Obra no viaduto da BR-116 sobre av. Borges de Melo deve durar 90 dias
10/10/2018 - Empresas estrangeiras investem US$ 235 mi no CE em 2017
Histórico de Notícias
 Notícias

Câmara aprova isenção de conta de luz para famílias de baixa renda

Artigo foi incluído no projeto de lei que destrava a venda de seis distribuidoras da Eletrobras

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (10) uma emenda que dá isenção do pagamento de contas de luz de até 70kWh por mês a famílias de baixa renda. O artigo foi incluído no projeto de lei que destrava a venda de seis distribuidoras da Eletrobras. O texto ainda tem que passar pelo Senado e depois ir para sanção presidencial.

Hoje, a Tarifa Solidária dá descontos escalonados de acordo com a quantidade de consumo. Com 30kWh por mês, é de 65%, até chegar a 10% com o gasto de 220kWh por mês. Além disso, pela lei atualmente em vigor, apenas quilombolas e indígenas têm direito à isenção de 100% na conta de luz de até 50kWh por mês.

Quem terá direito

Com a nova redação, a isenção total passa a atingir todas as famílias com renda mensal per capita de até meio salário mínimo.

De acordo com o relator da proposta, Julio Lopes (PP-RJ), a medida não trará custo adicional para o governo e foi já acordada com a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). O deputado respondia a questionamento do presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ). "Eu preciso que alguém me informe nessa emenda qual o impacto no orçamento do governo", afirmou o parlamentar durante a votação.

Pelo projeto, a conta será custeada pela CDE (Conta de Desenvolvimento Energético).

Aprovação difícil

A medida, porém, deve ter dificuldade para ser aprovada antes das eleições, já que depois do recesso parlamentar, que começa na próxima semana, os parlamentares devem se voltar para o pleito.

Também foi incluído no texto mudança no programa Luz Para Todos em regiões isoladas do país. De acordo com a emenda, em lugares remotos o atendimento de pedidos de ligação será de graça para quem tiver consumo estimado de até 80kWh por mês.

A isenção foi aprovada no meio de projeto cujo objetivo é privatizar as distribuidoras controladas pela estatal no Acre, Alagoas, Amazonas, Piauí, Rondônia e Roraima. A operação abre caminho para futura venda da Eletrobras ao setor privado.

Folha de S. Paulo


 
Clique para instalar! Se você não consegue visualizar os arquivos PDF, clique aqui e instale o programa Acrobat Reader
Av. Barão de Studart nº 2360, Ed. Torre Empresarial Quixada, L - 06, Joaquim Távora, Fortaleza - CE, CEP: 60.120-002
Tel: (85) 3205-6450     Fax: (85) 3205-6468     CNPJ: 07.083.033/0001-91

2009 CABEC. Todos os direitos reservados.