CABEC - Caixa de Previdência Privada BEC

Notícias

08.08.2018
Inflação da RMF sofre queda de 0,09% em julho, diz IBGE

Após forte alta na passagem de maio para junho, a inflação da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) registrou deflação, ou seja, queda real nos preços em julho. A retração fez o índice chegar a variação negativa de 0,09%.

A informação é do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) divulgado nesta quarta-feira (08) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Dessa forma, o acumulado do ano foi a 2,28%. Nos últimos 12 meses, a taxa atingiu 3,05%.

Entre as nove classes de despesas analisadas, quatro delas também apresentaram queda de preços, puxando a inflação geral para baixo. Alimentação e bebidas foram os segmentos cujos produtos ficaram mais baratos em julho, caindo de 2,10% para 0,54%.

Brasil

Depois de alta, devido aos efeitos da paralisação dos caminhoneiros, a inflação do País desacelerou em julho e chegou a 0,33%. No acumulado de 12 meses, o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) ficou em 4,48%, acima dos 4,39% dos 12 meses anteriores.
Já em relação ao período de 2018, o acumulado teve alta de 2,94%, acima do 1,43% registrado no mesmo período no ano passado.

Embora a paralisação dos caminhoneiros, ocorrida em maio, tenha pressionado a inflação de junho, os efeitos perdem força. Economistas e analistas de mercado revisaram para cima as projeções para a inflação oficial, medida pela IPCA, mas parecem ter parado neste primeiro movimento.



Diário do N

voltar