CABEC - Caixa de Previdência Privada BEC

Notícias

05.09.2018
Prefeitura levará vacinação contra polio e sarampo para praças para evitar surto

Fortaleza está abaixo da meta mínima de cobertura vacinal contra poliomielite e sarampo, por isso ainda precisa imunizar cerca de 30 mil crianças. Para tanto, novas estratégias foram traçadas para alcançar o público que tem idade superior a um ano e inferior a cinco. Além das medidas, a campanha de vacinação foi estendida até 14 de setembro. No próximo sábado, 8, praças públicas recebem pontos de vacinação.

Com prazo de vacinação prorrogado devido à meta não ter sido alcançada, a Prefeitura de Fortaleza levanta dados sobre as crianças da Cidade que precisam da imunização. Postos de saúde estão equipados com listas nominais de crianças que precisam da imunização A busca ativa pelo público-alvo vai mobilizar equipes dos postos de saúde até as residências para informar e conscientizar as famílias sobre a importância da proteção contra as doenças. O principal objetivo é estimular os responsáveis a levarem as crianças até unidades básicas de saúde.

As centrais de medicamentos, instaladas nos terminais de ônibus, abrem excepcionalmente no fim de semana para fortalecer a campanha de vacinação e possibilitar a imunização nesses centros. Além disso, as comunidades de Fortaleza com menores índices de proteção terão assistência prioritária. Segundo o prefeito Roberto Cláudio, no sábado, praças públicas recebem pontos de atendimento à população, os locais exatos devem ser divulgados até quinta-feira, 6.


De acordo com Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (Sipni), foram aplicadas 105.640 doses de vacinas contra pólio, também conhecida como paralisia infantil. O número corresponde a 76,38% do total esperado. A vacinação contra sarampo imunizou 107.097 crianças, 77,43% da meta. Ambas as vacinas devem ser aplicadas em 138.317 indivíduos maiores de um ano e menos de cinco. No entanto, para considerar o grupo imunizado, a Prefeitura precisa imunizar 95% do público-alvo.


Protestos

Ontem, a doutora Mayra Pinheiro, candidata ao Senado Federal pelo PSDB, participou de protesto em frente ao Paço Municipal cobrando mais segurança nas unidades de saúde. Roberto Cláudio disse que a manifestação é “a criação de um fato eleitoreiro”, o que classificou como esquisito.

“Toda vida que o sindicato dos médicos quiser conversar sobre o trabalho do médico, sobre assistência à saúde, como qualquer assunto, eu estou à disposição para receber. Quando for utilizar o sindicato para uma campanha eleitoral, eu tenho a delicadeza de preservar a Cidade”, comentou o prefeito.



O Povo

voltar