CABEC - Caixa de Previdência Privada BEC

Notícias

25.01.2019
Já descobriu qual é a sua melhor recompensa nessa vida?

Eu mereço.

Nesse mundo louco e acelerado, vivemos sempre atrasados, sempre buscando fazer o melhor, ser o melhor, se destacar na carreira profissional, fazer parte, ou seja, estar ativo na sociedade. Fazer nossa carreira, nosso “nome”. Para isso passamos por um caminho difícil que requer muita dedicação e doação.

Não temos tempo, abrimos mão de tantas coisas, família, amigos, vínculos. Sacrificamos momentos importantes de nossas vidas para conseguir ser reconhecido profissionalmente. E só quem passa ou passou por isso, sabe o tanto de estresse, nervos à flor da pele, esgotamento físico e emocional que enfrentamos para alcançar tal objetivo. Muitas vezes acabamos nos sentindo incapazes, muitas informações e situações acontecendo ao mesmo tempo ao nosso redor e que requerem nossa atenção. Somos apenas um, um ser humano com apenas 24 horas por dia. Chegamos no nosso limite.

Então, em algum momento raro, no qual paramos para pensar em nós, nos damos conta de que buscamos uma recompensa, por tamanha dedicação e abdicação de nossas vidas. Acessamos o famoso “Eu mereço!”.

A recompensa mais fácil e rápida consiste em nos auto presentear com algo que nos agrade. Uma jóia, um vídeo game novo, uma bolsa, um celular melhor, uma viagem, um dia no salão, um jantar naquele restaurante maravilhoso e renomado. Realmente todas essas coisas tem um poder de aliviar o estresse.

Não acredito que seja certo ou errado, mas eu particularmente acredito que merecemos nos presentear, sim. O mais importante é nos fazermos pensar no que realmente significa essa “auto piedade”.

Tudo seria válido, se não fosse o endividamento que esses pequenos luxos podem nos causar, pois em muitas vezes não temos dinheiro poupado, e no final, o que era para ser um prazer, acaba se tornando mais estresse no futuro.

Também não acredito que você não mereça um prazer, que não pode ou não deve gastar com tais coisas. Estou aqui para mostrar que muitas vezes, algo que vai lhe satisfazer momentaneamente, vai ser mais um problema a longo prazo. E isso, com certeza, não é resolver um problema.

Na maioria das vezes o que precisamos é paciência. Eu mesma já passei por várias situações dessas, querendo diminuir o estresse mental, acabei aumentando o estresse financeiro. Então a situação acaba se tornando uma bola de neve.

Aí eu te pergunto: Por que precisamos nos recompensar comprando e não se permitindo simplesmente ficar com um filho, ou passando um dia na praia ou no parque, ou simplesmente não fazendo nada? Por que temos que gastar?

Ou então, caso o gasto seja inevitável, talvez uma ideia bacana seria se auto presentear a longo prazo. Como? Eu te explico.

Programe-se para que ao final de um período de trabalho você possa comprar o que deseja. Trabalhe, se dedique e atingindo os resultados, você poderá gastar com aquilo que lhe faz bem. Defina um valor que caiba no seu orçamento. Não precisa ser um período longo de um ano, pode-se fazer isso de 6 em 6 meses, ou pelo período que achar melhor, que mais o motive. Só atenção para você não ter um “estalo” no meio do dia e gastar dinheiro de forma impulsiva. Esse é o maior erro. Quando isso ocorrer, pare, pense e reflita. Com a jornada sendo difícil, lembre-se dos seus objetivos e foque na sua recompensa final. Com certeza seus resultados serão mais satisfatórios ao longo do tempo. Ao final, você sentirá prazer, não só pela recompensa, mas pela satisfação de ter conseguido.

Pois acredite, você merece um prazer, merece se sentir bem, mas também merece poder deitar a cabeça no travesseiro e dormir tranquilo, sem pensar em dívidas, sem quebrar a cabeça fazendo cálculos que não fecham, pois só temos aquelas 24 horas por dia e temos que fazer muito mais do que pensar em problemas. Temos que viver, é para isso que estamos aqui. Dê preferência em viver com qualidade, talvez essa até seja sua melhor recompensa.

Pense nisso!


Fonte: https://www.organizesuasfinancas.com.br/planejamento-financeiro/ja-descobriu-qual-e-a-sua-melhor-recompensa-nessa-vida/

voltar