CABEC - Caixa de Previdência Privada BEC

Notícias

21.06.2018
Novos desvios são feitos na Aguanambi; itinerário de linhas de ônibus é alterado

Em mais uma fase das obras de construção do corredor Messejana/Centro, um trecho da avenida Aguanambi foi interditado nesta quarta-feira, 20. As intervenções têm prazo de conclusão previstos para daqui a 20 dias. Até lá os condutores terão de dividir o espaço do sentido BR-116/ Centro. No local, agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) organizam o tráfego. Usuários do transporte público devem ficar atentos com as mudanças em duas linhas de ônibus que trafegavam no local.


O trecho interditado para obras bloqueia a entrada da rua Coronel Sólon. Os condutores que costumam trafegar pela rua vindos da Aguanambi terão de fazer conversão no quarteirão ao lado, na rua Padre Matos Serra, depois entrando à direita na rua Dom Sebastião Leme, para chegar à Coronel Sólon. No cruzamento entre avenida Aguanambi e rua Padre Matos Serra foi instalado um semáforo.


Com as mudanças no tráfego, as linhas de ônibus 503 - Av. 13 de Maio/Rodoviária I e 666 - Jardim Castelão, que trafegam no sentido sul/norte, seguem o desvio pela rua Padre Matos Serra e depois o itinerário original. A linha 504 - Av. 13 de Maio/Rodoviária II, que circula no sentido norte/sul, segue o desvio pela rua Sousa Girão e continua o percurso normal.

Jorge Neto é dono de uma borracharia na região afetada pelo desvio. Ele reclama das obras que afetam o trânsito da região e consequentemente seu trabalho, pois os carros ficam restritos a somente um lado da via. "O comércio da região está sendo atrapalhado", argumenta.


Outra mudança anunciada pela AMC, foi do sentido da rua Joaquim Magalhães, que terá o sentido invertido com o objetivo de facilitar o acesso ao bairro José Bonifácio e serve de opção à quem busca desafogo do desvio da rua Coronel Sólon.

Obras em processo de finalização

As intervenções na avenida Agunambi já estão na fase final de execução. Prevista para ser entregue em julho deste ano, 85% das obras de requalificação estão prontas.

Com a finalização, a avenida terá quatro faixas para fluxo de veículos, sendo uma delas exclusiva para transporte público, novas calçadas, ciclovias, paisagismo, estações junto ao canteiro central e novas praças.

As obras fazem parte do corredor expresso Messejana/Centro, cujo projeto prevê o acesso expresso do centro da cidade até o Terminal de Messejana.

O Povo

voltar